Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Colo em flor.

Depois de largos anos de adormecimento em relação às palavras, eis o regresso, o recomeço, às tentações da escrita e da criatividade. Enfim, um "parto" de ideias.

Colo em flor.

Depois de largos anos de adormecimento em relação às palavras, eis o regresso, o recomeço, às tentações da escrita e da criatividade. Enfim, um "parto" de ideias.

28.09.22

Secretas luminárias


Lia Ramos

295679337_2309423655875464_1843420069902712953_n.j

Meus olhos,

serão estrelas prisioneiras num céu amendoado?

Castanhas cativas num outono nublado?

Cristais de pura e imaculada inquietação?

Pepitas de chocolate doce amargo?

 

A quem pertence tamanho deserto que mora no meu olhar?

 

Lavo os olhos com areia 

e adormeço as pálpebras cansadas.

Cubro o rosto com palmeiras,

alternância de pele e sol.

Crio espaços nas sombras,

onde abrigo secretos ninhos

nos vincos das sobrancelhas.

Dissolvo em mim sorrisos de luz

que se espalham,

por aí,

pelas secretas luminárias.