Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Colo em flor.

Depois de largos anos de adormecimento em relação às palavras, eis o regresso, o recomeço, às tentações da escrita e da criatividade. Enfim, um "parto" de ideias.

Colo em flor.

Depois de largos anos de adormecimento em relação às palavras, eis o regresso, o recomeço, às tentações da escrita e da criatividade. Enfim, um "parto" de ideias.

22.07.22

Indagar permanente


Lia Ramos

 

294927787_2301016203382876_1077244665270515380_n.j

És  vento forte ou disfarce de brisa? 

És prisioneiro no meu cabelo solto?

És  presente cativo na minha liberdade?

És sol quente no inverno morto?

És marinheiro nas tempestades onde me abrigo?

És peregrino no albergue dos meus dias?

És  beijo de água na minha boca seca?

 

Busco-te neste indagar permanente.

Abraço a luz e assim permaneço.

 

 

 

 

1 comentário

Comentar post